terça-feira - 27/09/2016 - 23:46h

Pensando bem…


“Bastará nunca sermos injustos para estarmos sempre inocentes?”

Jean-Jacques Rousseau

Categoria(s): Pensando bem...
terça-feira - 27/09/2016 - 22:31h
Natal

Ex-vereador é condenado a 12 anos e 5 meses de reclusão


O juiz Raimundo Carlyle, da 4ª Vara Criminal de Natal, condenou o ex-vereador Dickson Nasser a uma pena de 12 anos e cinco meses de reclusão pela prática dos crimes de peculato e formação de quadrilha – 72 vezes. O magistrado condenou ainda outras oito pessoas, à época dos fatos lotadas no gabinete do ex-vereador, pela prática dos mesmos crimes.

Segundo a denúncia do Ministério Público, feita a partir de um desdobramento da Operação Impacto, Dickson Nasser articulou um esquema de desvio de dinheiro público no âmbito de seu gabinete na Câmara Municipal de Natal através da nomeação de pessoas para o exercício de cargos comissionados condicionada à entrega dos cartões bancários e respectivas senhas de seus funcionários, repassando-se os salários dos servidores ao então vereador através de depósitos na conta deste.

Dikson Nasser: condenação (Foto: arquivo)

O dano ao erário seria de R$ 109.665,49.

Segundo a sentença, os réus deverão ainda perder perder seus cargos, funções públicas ou mandatos eletivos, “seja na função que exerciam à época dos fatos ou em outra que por ventura exerçam no presente”, tendo seus direitos políticos suspensos.

“As condutas são graves e a predisposição ao crime foi intensa, visto que, além da falta de comprometimento no exercício de seus cargos, aqueles exerciam função de confiança em gabinete na Câmara Municipal de Natal e se valeram desse posto para agir livremente com seu intuito criminoso, (…) o que demonstra a ousadia e completo desrespeito à ética e moralidade administrativas”, aponta o julgador.

Todos os réus poderão recorrer em liberdade.

O caso

No dia 10 de julho de 2007, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão realizado na Câmara de Vereadores de Natal por ocasião da Operação Impacto, foram apreendidos no interior do gabinete do então vereador Dickson Nasser, diversos cartões bancários da Caixa Econômica Federal, juntamente com as respectivas senhas, de titularidade dos assessores do gabinete Antônio Paulino, José Mascena, Maria do Livramento Fonseca, Maria Lourdes Fonseca, Regina Celi e Verônica Fonseca – todos condenados pelo juiz Raimundo Carlyle.

De acordo com o Ministério Público, esses servidores “colaboraram com o esquema ao disponibilizarem os seus dados e documentos pessoais para figurarem formalmente como ocupantes de cargos comissionados de Assessor Legislativo junto ao Gabinete do Vereador Dickson Nasser, alguns sequer dando expediente na Câmara Municipal de Natal”.

Segundo o MP, o ex-vereador contou com o auxílio dos também condendados Hermes da Fonseca e Francimackson dos Santos, servidores públicos de seu gabinete, para a concretização do esquema. Eles seriam funcionários de extrema confiança do vereador, e que, além de receberem dos demais servidores seus cartões bancários e senhas, também operacionalizavam o desvio de recursos públicos, mediante o saque dos respectivos salários percebidos da Câmara Municipal de Natal das contas bancárias e o repasse para Dickson Nasser.

Após quebra de sigilo das operações bancárias dos denunciados, observou-se uma coincidência entre as datas, horários e agências em que os saques foram efetuados nas contas bancárias dos servidores, demonstrando que tais saques eram realizados por uma única pessoa e não pelo titular da conta.

Constatou-se ainda inúmeros depósitos em dinheiro não-identificados na conta bancária de Dickson Nasser, geralmente em datas próximas, se não exatas, a dos saques realizados na conta dos demais denunciados.

Decisão

Ao analisar o conjunto das provas, o juiz Raimundo Carlyle entendeu que houve a comprovação da materialidade e autoria delitivas. “Não restam dúvidas acerca do dolo prévio quanto aos funcionários públicos acusados, os quais agiram conjuntamente de modo a desviar quantias recebidas a título de salário pela Câmara Municipal de Natal em prol do vereador DICKSON NASSER, titular do gabinete no qual aqueles eram lotados”.

O magistrado destaca que para configurar o crime de peculato não se faz necessário haver o acréscimo patrimonial do agente ou de terceiro beneficiado, pois se está diante de um crime contra o Estado, “o que por si só já traduz uma violação ao principio da fidelidade com a Administração publica”.

Em relação a Dickson Nasser, o magistrado entendeu que o ex-vereador “possuía o domínio organizacional do fato, encontrando facilidade em gerir a máquina pública de maneira irregular visto que tinha a posse do dinheiro público, não obstante esta posse fosse no sentido de ter total domínio ao gerir as finanças podendo direcionar para onde lhe fosse conveniente, mesmo que esta direção fosse irregular”.

Condenações

Regina Celi de Oliveira, Maria do Livramento dos Santos Fonseca, Maria Lourdes dos Santos Fonseca, Verônica dos Santos Fonseca Moura, Francimackson Adriano Silva dos Santos e Hermes Soares da Fonseca: pena de 8 anos e 9 meses de reclusão, em regime fechado.

José Mascena de Lima: 8 anos de reclusão, em regime semiaberto.

Antônio Paulino dos Santos: 7 anos, 3 meses e 15 dias de reclusão, em regime semiaberto.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público / Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
terça-feira - 27/09/2016 - 22:18h
Pleito

O que pode e o que não pode na reta final das eleições


Veja o que pode e o que não pode sob ponto de vista da lei, nesses últimos dias de campanha e eleições:

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Eleições 2016 / Política
terça-feira - 27/09/2016 - 21:28h
Ufa!

Francisco, finalmente, vai oficializar desistência de candidatura


A Coligação Liderados pelo Povo, que ampara a candidatura à reeleição do prefeito “desistente” Francisco José Júnior (PSD), o “Francisco”, emitiu nota a respeito de decisão judicial (veja AQUI) proferida hoje, criando impedimentos à sua participação no final de campanha.

Veja abaixo:

Em relação à decisão proferida pelo Juiz titular da 33ª Zona Eleitoral de Mossoró, o Excelentíssimo Senhor Doutor Breno Valério Fausto de Medeiros, a Coligação Liderados Pelo Povo tem a dizer que:

- O Candidato Francisco José Júnior não formalizou a renúncia de sua candidatura junto ao Tribunal Regional Eleitoral em virtude de Ações Eleitorais que ainda estão em andamento, a exemplo da Impugnação ao Registro do candidato a vereador Betinho Rosado, processo no qual a Coligação Liderados Pelo Povo é a única parte autora;

- Nesse processo em específico, o candidato Betinho Rosado recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e, às 19:00h desta terça-feira, 27, encerrou-se o prazo para que a Coligação Liderados Pelo Povo pudesse apresentar suas contrarrazões ao recurso. A formalização da renúncia à candidatura antes disso poderia configurar uma temeridade, pois os atos processuais passariam a ser praticados por uma Coligação que não teria mais candidatos majoritários;

- Findo esse prazo (27/09), o Senhor Francisco José Júnior formalizará a renúncia da sua candidatura junto ao TRE, circunstância previamente programada para acontecer nesta quarta-feira, 28, às 14h, no Fórum Eleitoral Celina Guimarães Viana;

- Não há, portanto, prejuízos para Francisco José Júnior, nem muito menos má-fé por parte do candidato, uma vez que a própria Coligação já havia sido informada, por meio de consulta feita por uma emissora de TV ao próprio Juiz Titular da 33ª Zona Eleitoral, sobre a legalidade da participação de Francisco José Júnior em atos de campanha, inclusive a sua presença em debates;

- Sobre os demais pedidos contidos na ação proposta pelo Ministério Público, a Coligação Liderados Pelo Povo informa que aguardará ser citada, para que tenha conhecimento pleno dos termos ali constantes, e, apresentar a sua defesa, salientando desde já, que não houve, na sua ótica, qualquer ilegalidade cometida por Francisco José Júnior, que esteve durante esse processo eleitoral de 2016 obediente e atento à legislação;

- Por fim, a Coligação Liderados pelo Povo lamenta que os opositores políticos do prefeito e alguns veículos da imprensa local tenham tentado desvirtuar – seja por desconhecimento técnico ou por maldade mesmo – a existência desses aspectos de cunho jurídico, imputando-lhe nesse episódio da renúncia acusações levianas e inescrupulosas, o que se antepõe à liberdade de expressão e à seriedade do dever de informação.

Atenciosamente,

Assessoria Jurídica da Coligação Liderados Pelo Povo

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Eleições 2016 / Política
  • Repet
terça-feira - 27/09/2016 - 17:26h
Hoje

Juiz suspende Francisco de debates e propaganda


Juiz responsável pela Propaganda nas eleições de Mossoró, Breno Valério de Medeiros da 33ª Zona Eleitoral suspendeu a participação do candidato Francisco José Júnior (PSD), o “Francisco”, no guia eleitoral (rádio e televisão) e debates.

Também não pode participar de entrevistas.

Decisão do magistrado está exposta nessa cópia colhida pelo Blog Carlos Santos

Ele acatou arrazoado do Ministério Público Eleitoral (MPE), que pediu liminar nesse sentido.

No entendimento de MPE e magistrado, o prefeito Francisco estaria tumultuando processo eleitoral, desde que afirmou não ser mais candidato no último dia 19, sem efetivar decisão.

Como efeito imediato, ele não estará no debate de hoje à noite da TV Cabo Mossoró.

Depois tratamos mais detalhes.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 27/09/2016 - 11:22h
Serrinha dos Pintos

Vereador é morto à bala em concentração política


Clementino do Carmo: vítima (Foto: divulgação)

Do portal G1RN

O vereador e candidato à reeleição Manoel Clementino do Carmo (PMDB), de 56 anos, foi assassinado a tiros na noite desta segunda-feira (26) durante um evento político em Serrinha dos Pintos, cidade distante cerca de 367 quilômetros de Natal.

O crime aconteceu por volta das 20h. De acordo com a Polícia Militar, Clementino estava em uma movimentação política quando foi baleado. Outro homem, ainda não identificado, também foi atingido. Eles foram socorridos ao Hospital de Pau dos Ferros.

Motivação

Clementino não resistiu e morreu no centro cirúrgico do hospital. Já o outro homem está internado, mas o estado de saúde dele não foi divulgado. Segundo a polícia, ninguém foi preso.

Ainda não se sabe a motivação do atentado.

Subtenente da PM, o vereador Clementino era casado e natural de Caicó.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Eleições 2016 / Política
terça-feira - 27/09/2016 - 11:01h
Mossoró

Três fatores devem mexer com disputa à Câmara Municipal


Três fatores devem produzir efeitos determinantes à formação da próxima Câmara Municipal de Mossoró. São duas situações surgidas dentro da própria campanha e uma que talvez ocorra no dia do pleito.

Primeiro – A manutenção da candidatura a vereador do ex-deputado federal Betinho Rosado (PP), no chapão do PP, PMDB,  PDT e PSB (veja AQUI). Impedido de registro em duas instâncias, ele tenta no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a sua regularização. Caminha para não ter êxito e seus votos não serem computados à coligação, limitando a eleição de outro ou outros candidatos.

Segundo – O desmanche da candidatura à reeleição do prefeito Francisco José Júnior (PSD), o “Francisco”. Ele deixou ao deus-dará 184 candidatos a vereador, distribuídos em quatro coligações e três nominatas partidárias independentes.

Com esse bota-fora, muitos candidatos desistiram da candidatura, mesmo que não tenham formalizado isso perante a Justiça Eleitoral. Outros eventuais favoritos precisam se esforçar mais ainda para terem votos diretos e segurarem outros candidatos de menor porte na chapa proporcional.

Terceiro – A abstenção de eleitores poderá ser recorde no dia 2, devido ao feriadão que começará na sexta-feira (30) que antecede ao pleito do dia 2 de outubro (domingo). Tratamos desse tema numa postagem especial, sob o título “Feriadão poderá causar debandada expressiva de eleitores” (veja AQUI).

Isso tende a reduzir o quociente eleitoral. Em 2012, última eleição com disputa à Câmara Municipal, o quociente ficou em 6.545 votos e este ano tende a recuar. Um decréscimo de até mil votos não seria de estranharmos ou até mais.

Se houver um acirramento na corrida eleitoral majoritária, o que está se formando nessa reta final, essa redução poderá ser atenuada.

As maiores abstenções eleitorais em Mossoró em termos percentuais aconteceram em 1982 e 2014 (pleito suplementar). Em 1982 a abstenção foi de 15.435 (23,02%) eleitores. Já em 2014, tivemos 30.429 (18,45%) eleitores que tomaram distância das urnas, mas não aconteceu disputa ao Legislativo.

Em 2012, última eleição municipal regular, a abstenção ficou dentro da média com 12,80% do eleitorado, ou seja 21.122 votantes.

Veja AQUI o resultado das últimas 11 eleições municipais de Mossoró, num espaço de tempo que começa em 1968.

Categoria(s): Eleições 2016 / Política
terça-feira - 27/09/2016 - 09:48h
Mossoró

UPA´s podem ter paralisação de atividades de 146 médicos


A empresa Serviços de Assistência Médica e Ambulatorial Ltda (SAMA), que presta serviços à Prefeitura de Mossoró com médicos nas Unidades de Pronto-Atendimento (UPA´s), resolveu dar um ultimato à gestão do prefeito Francisco José Júnior (PSD), o “Francisco”. Se até o próximo dia 3 de outubro não receber pagamento por seus serviços, paralisará atividades no dia seguinte (4).

Decisão dos médicos foi formalizada no dia passado por força de assembleia (Foto: reprodução)

A decisão foi tomada nessa segunda-feira (26), em assembleia convocada por sua diretoria.

A Prefeitura de Mossoró deve à Sama pagamentos referentes aos meses de novembro e dezembro do ano passado, além de julho e agosto deste ano. Aproxima-se mais o final deste mês (setembro).

O montante é da ordem de R$ 1,8 milhão.

A Sama tem 146 médicos à disposição das UPA´s, com contrato terceirizado coma municipalidade desde fevereiro de 2014, quando Francisco José Júnior ainda estava em período de interinidade como prefeito.

A média é de 1.333 atendimentos por dia nessas UPA´s, volume cumulativo da ordem de 40 mil por mês. Em dias de pico, principalmente em épocas de viroses, já ocorreram mais de 2.500 atendimentos num único dia.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política / Saúde
  • Repet
terça-feira - 27/09/2016 - 08:22h
Mossoró

Justiça pode afastar hoje prefeito ‘Francisco’ de campanha


Breno: decisão importante (Foto: arquivo)

A Justiça Eleitoral deve se pronunciar até o início da tarde de hoje, sobre Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) por utilização indevida dos meios de comunicação social contra o atual prefeito de Mossoró, e candidato formal ao pleito 2016, Francisco José Lima Silveira Júnior (PSD), o “Francisco”, o candidato a vice-prefeito, Jonatas Micael Melo Félix e a coligação “Liderados pelo Povo”.

O Ministério Público Eleitoral (MPE) requer a concessão de liminar de tutela de urgência para suspender a propaganda eleitoral dos demandados no rádio e na TV, incluindo debates e entrevistas, até posterior deliberação judicial, além da instauração da ação de investigação judicial eleitoral.

Protagonista

Também busca outras punições contra eles, por desvirtuarem o processo eleitoral (veja AQUI). O prefeito Francisco chegou a anunciar desistência da candidatura (veja AQUI) no último dia 19, mas não oficializou decisão, criando uma série de embaraços à Justiça Eleitoral.

Atordoou a vida de outros candidatos, confunde o eleitor e complicou a corrida eleitoral de seus próprios candidatos a vereador. Um estrago que só aumenta a cada dia.

É provável que saia despacho acatando o arrazoado do MPE. Isso ocorrendo, Francisco estará impedido de participar do debate de hoje da TV Cabo Mossoró (TCM) – veja AQUI, ao contrário do que ocorreu domingo (veja AQUI), quando foi um dos principais protagonistas.

O judicante a se pronunciar será Breno Valério Fausto de Medeiros, da 33ª Zona Eleitoral.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Eleições 2016 / Política
terça-feira - 27/09/2016 - 08:00h
Eleições 2016

Cinismo e voto


Impressiona-me como são cínicas certas pessoas que aderiram agora aos candidatos Rosalba Ciarlini (PP) e Tião Couto (PSDB), oriundas do governismo municipal.

Há poucos dias os satanizavam até com baixarias em defesa de seu candidato – Francisco José Júnior (PSD), o “Francisco”.

Fico pasmo! Quanta desfaçatez!

E é preciso também muito estômago dos próprios candidatos, seus familiares e amigos, para aguentarem a presença dessa gente por perto.

É até o dia 2. Depois, vaza!

Deus me livre e guarde!

Amém!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Eleições 2016 / Opinião da Coluna do Herzog
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
terça-feira - 27/09/2016 - 07:54h
Campanha política

Um não, lá atrás, contra a intolerância de hoje


Há exatamente quatro anos este Blog teve postagem com o seguinte título: “Um não, lá atrás, contra a intolerância de hoje“. Era dirigida ao webleitor Rui Nascimento, mas que servia para que analisássemos o extremismo entre pessoas durante a campanha municipal de Mossoró àquele ano.

Passado esse tempo, estamos em nova campanha e o cenário parece se repetir. Intolerância e estupidez permeiam o comportamento de muita gente esclarecida e teoricamente de bem.

Veja o que foi postado no dia 27 de Setembro de 2012:

Rui Nascimento e tantos outros webleitores deste Blog:

Meu caro Rui, sei de casos de amizades de infância-adolescência desfeitas após décadas, devido baixarias, ressentimentos e o besteirol de provocações na atual campanha eleitoral.

Quanta intolerância. Quanta insensatez.

Sei de casal que trocou tapas num shopping, com plateia à vista, também devido a radicalização dessa campanha em Mossoró. A família em xeque, por nada.

Meu Blog é um termômetro disso.

Diariamente chegam postagens – boa parte com nomes falsos – promovendo agressões etc. Muitas são feitas contra mim e até familiares meus. Lamentável.

Gente incapaz de ouvir, geralmente não fala: rosna e late. Pode morder também.

Quem não tem argumentos costuma atacar o argumentador. Como o leão, não para de rugir para intimidar, na crença de que tem razão sempre, por parecer que tem a força para sempre.

Pobres diabos!

A sabedoria que vem da África, atravessa o Atlântico, para nos auxiliar na compreensão ou no entendimento de tanta estupidez.

- Meu pai sempre dizia: não levante a sua voz, melhore seus argumentos (Bispo Desmond Tutu, Nobel da Paz, uma voz em defesa da igualdade, contra o apartheid na África do Sul).

Recordo que há vários anos eu circulava entre gôndolas de um supermercado, em Mossoró, e vi uma criança de no máximo dois a três anos dando um espetáculo de choro, espichada ao chão. Contorcia-se, avermelhada, à cata de atenção da mãe. Ela ignorava-a.

De repente, vendo que não teria o iogurte pedido em tom de pressão emocional, pura chantagem, a criança emudeceu. Beicinho desfeito, pegou novamente a mão de sua mãe e continuou o périplo de compras.

Pensei comigo: essa menininha crescerá entendendo o que é “limite”; saberá bem o significado do “não”; será tolerante.

A mãe, orgulhosa, vai afirmar: “Essa é minha filha!”

Boa parte de tanta virulência tem explicações no passado. Os intolerantes – quase sem exceção – cresceram acreditando que podem tudo, que merecem tudo, que nada pode lhes barrar. Não aceitam ser contrariados.

Um “não”, lá atrás, poderia nos poupar de muita agressividade que testemunhamos hoje. Preservaria amizades, por exemplo.

Ah, por favor, não me venha com aquele raciocínio: “Fulano faz isso porque tem um cargo; tem o que perder…!”

Existem dezenas e centenas de pessoas com cargos comissionados, com privilégios, fartas vantagens em jogo, mas nem todas – ou a grande maioria – não desce ao lamaçal, mesmo tendo o que perder.

O problema não é o que se tem a perder, mas o que não se conquistou antes: a capacidade de ouvir.

Um “não”, lá atrás, poderia nos poupar das agressões.

Agressão não se rebate. Revida-se. Ou não.

No meu caso, o silêncio e a indiferença são infalíveis diante dos que espumam de ódio e vassalagem doentia. Como aquela criancinha, o indivíduo hidrófobo deseja chamar a atenção. Quer notoriedade, para que lhe façam os gostos. O gosto de ser visto e paparicado como algo melhor e superior.

Ao me calar, não manifesto consentimento. Digo, sem voz, que não troco juízo com estúpidos.

Continuarão esperneando, espichados no pântano em que vivem há tempos, como vermículos. Esse é seu ambiente. Lá ficarão.

É isso, Rui e demais amigos webleitores.

Abração.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Artigo / Eleições 2012 / Eleições 2016 / Opinião da Coluna do Herzog
terça-feira - 27/09/2016 - 07:50h
Mossoró

TCM e 95 apresentam hoje o segundo debate desta campanha


É hoje às 20h40 o segundo e último debate entre os candidatos a prefeito de Mossoró.

Josué é nome garantido (Foto: arquivo)

A TV Cabo Mossoró (TCM), Canal 10, é promotora do evento com transmissão ao vivo também pela 95 FM.

O mediador será o jornalista Moisés Albuquerque.

Entre os participantes estará o candidato Josué Moreira (PSSDC), da Coligação Mossoró é do Povo, que não teve espaço no que fora promovido domingo (25) pela InterTV Costa Branca – veja AQUI.

A presença do prefeito Francisco José Júnior (PSD), o “Francisco”, está confirmada por sua assessoria, mesmo ele tendo anunciado no último dia 19 (semana passada), sua desistência da candidatura à reeleição.

Como não oficializou a decisão perante a Justiça Eleitoral, tem direito à presença na bancada de debatedores.

Você pode acompanhar o debate pela Net, ao vivo, clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e veja comentários do Blog em tempo real.

Categoria(s): Eleições 2016 / Política
  • Repet
segunda-feira - 26/09/2016 - 23:58h

Pensando bem…


“O homem é mais propenso a contentar-se com as ideias dos outros, do que a refletir e a raciocinar.”

Alexandre Herculano

Categoria(s): Pensando bem...
segunda-feira - 26/09/2016 - 23:56h
Mossoró

Tião fará segunda “Descida do Alto de São Manoel”


A Coligação Unidos Por Uma Mossoró Melhor vai fazer a segunda “Descida do Alto de São Manoel” num dia estratégico: 29 de setembro, quinta-feira, penúltimo dia da campanha eleitoral.

A movimentação é ainda mais importante porque é véspera de feriadão, oportunidade para dar demonstração de força a três dias das eleições.

A primeira descida da coligação que ampara a candidatura a prefeito de Tião Couto (PSDB) e vice Jorge do Rosário (PR) aconteceu no último dia 17.

* O inusitado, também nesta disputa, é que da reunião de hoje com representantes de coligações e a Comissão de Segurança da campanha municipal de Mossoró, ficou acertado que haverá a “Subida do Alto de São Manoel”, com o candidato Josué Moreira (PSDC) da Coligação Mossoró é do Povo.

Enfim, não falta mais nada nesse pleito. Ou falta?

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Eleições 2016 / Política
segunda-feira - 26/09/2016 - 23:48h
Instituto Seta

Nova pesquisa para campanha de Mossoró é registrada


Surpreendentemente, outra pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral, tendo o universo eleitoral de Mossoró como foco. Hoje (segunda-feira, 26), o Seta Instituto de Pesquisas Ltda, do Natal.

A coleta de números vai ocorrer quarta e quinta-feira (dias 28 e 29), com 600 entrevistados, tendo como técnico responsável o estatístico Galttieri Ferreira Tavares.

Questionário não consta nome do prefeito "Francisco", que ainda não desistiu oficialmente da candidatura

A empresa aparece como a própria contratante, podendo divulgá-la no dia das eleições, 2 de outubro. O registro está sob o número 01063/2016.

No questionário não aparece o nome do prefeito Francisco José Júnior (PSD), o “Francisco”, que anunciou desistência – não oficializada ainda – de sua candidatura à reeleição.

À semana passada, o Instituto Seta fora contratado pela TV Cabo Mossoró (TCM) para fazer pesquisa. Chegou a registrar trabalho, mas acabou retirando a solicitação devido o encolhe-estica envolvendo à postura do prefeito.

O Ministério Público Eleitoral (MPE) pediu punição ao prefeito, por entender que ele cria embaraços ao processo eleitoral (veja AQUI).

A outra pesquisa com registro é do Instituto Ipespe de Pernambuco, para o Jornal de Fato, que será publicada no dia 1º, mas com dados coletados à semana passada, dias 21 e 22 (veja AQUI).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Blog
segunda-feira - 26/09/2016 - 19:07h
Mossoró

Prefeitura deverá atrasar mais compromissos até dezembro


Servidores públicos municipais de Mossoró comecem a se preparar para o pior.

Senhores fornecedores e prestadores de serviços, também.

Terceirizados, fiquem alerta.

O Governo Francisco José Júnior (PSD), do “Francisco”, lhes reserva fortes emoções até o final dessa jornada, dia 31 de dezembro deste 2018.

Atrasos em pagamentos deverão ser rotina praticamente sem remendo.

Anote, por favor.

* Veja também AQUI sobre rombo milionário que aguarda seu sucessor.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Eleições 2016 / Política
  • Repet
segunda-feira - 26/09/2016 - 18:46h
Eleições 2016

Ex-líder de bancada de Francisco passa a apoiar Rosalba


Do Blog do Barreto

O vereador Soldado Jadson (SD) anunciou que apoiará a ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP), candidata a prefeita de Mossoró. O parlamentar explicou que foi um decisão do partido. “O deputado Kelps foi consultado e disse que deixaria o partido à vontade”, frisou.

Jadson, já devidamente ornamentado, em novo palanque (Foto: cedida)

O parlamentar falou que chegou a dialogar com o candidato Tião Couto (PSDB), mas percebeu que o tucano tratou o Solidariedade como aliado de última hora. “Não foi possível avançar um diálogo político com o candidato Tião. Não encontramos para que o partido tivesse espaço para participar da gestão”, disse.

Nota do Blog Carlos Santos – Jadson foi líder da bancada do prefeito Francisco José Júnior (PSD), o “Francisco”, durante boa parte de seu governo.

Nome ligado diretamente ao Palácio da Resistência, sede do governismo, ele é mais um vereador que toma rumo próprio à cata da sobrevivência política.

Seu Solidariedade faz parte da “Coligação Participe Dessa História”, ligada ao governismo, que tem ainda o PMB em sua composição.

O PMB migrou para apoio a Tião Couto (PSDB).

Essa coligação começou campanha com 29 candidatos a vereador.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Eleições 2016 / Política
segunda-feira - 26/09/2016 - 17:42h
Francisco José Júnior

MPE cobra punição a prefeito por tentar tumultuar campanha


O Ministério Público Eleitoral (MPE) ingressou com uma ação de investigação judicial eleitoral por utilização indevida dos meios de comunicação social contra o atual prefeito de Mossoró, e candidato formal ao pleito 2016, Francisco José Lima Silveira Júnior (PSD), o “Francisco”, o candidato a vice-prefeito, Jonatas Micael Melo Félix e a coligação “Liderados pelo Povo”.

A ação foi ajuízada na tarde desta segunda-feira (26).

Micael e Francisco enfrentam reação incisiva do MPE que quer punições para situação esdrúxula (Foto: arquivo)

O MP Eleitoral requer a concessão liminar de tutela de urgência para suspender a propaganda eleitoral dos demandados no rádio e na TV, incluindo debates e entrevistas, até posterior deliberação judicial, além da instauração da ação de investigação judicial eleitoral.

Ainda integram os pedidos do Ministério Público, a requisição à emissora Inter TV Cabugi local (TV Costa Branca) de cópia integral do debate transmitido na noite de domingo (25).

Por fim, também é objetivo do Ministério Público que o Juízo condene os representados à sanção de inelegibilidade para as eleições a se realizarem nos oito anos subsequentes à eleição em que se verificaram os fatos narrados (utilização indevida dos meios de comunicação social com o desvirtuamento da propaganda eleitoral).

Também pleiteia que sejam condenados à pena de cassação de seu registro de candidatura ou, em caso de julgamento após o pleito e em caso de eleição destes, do diploma, e por consequência do mandato, nos termos do art. 22, inciso XIV, da Lei Complementar n.º 64/90. No dia 19 de setembro de 2016, o prefeito Francisco José anunciou, em vídeo divulgado pelo Facebook, desistência de disputar a reeleição.

Debate, propaganda e faz-de-conta

O fato foi divulgado pela imprensa, gerando importante repercussão em Mossoró. Ocorre que a desistência amplamente proclamada (dia 19 último – veja AQUI) não foi formalizada perante a Justiça Eleitoral, até o momento da propositura da ação. Assim, o candidato continua se utilizando da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV, bem como de todas as demais prerrogativas inerentes a quem disputa o cargo de Prefeito Municipal, mesmo afirmando que desistiu de ser eleito.

Outro agravante foi a participação de Francisco José no debate transmitido pela Inter TV Cabugi na noite do último domingo (25), quando afirmou, por diversas vezes, que não estava no programa para pedir votos, deixando claro que seu objetivo era outro. Desta forma, o entendimento adotado pelo MP Eleitoral é no sentido de que ele está utilizando a propaganda eleitoral, e em especial aquela veiculada no rádio e na TV (meios de comunicação social de elevado alcance e objeto de minuciosa regulamentação pela legislação eleitoral), para fins diversos da finalidade inerente àquela espécie de publicidade.

Tal fato, como argumenta o Ministério Público, desvirtua o propósito das regras que disciplinam o processo eleitoral e afeta a sua normalidade e legitimidade, causando perplexidade junto aos eleitores, tumultuando o pleito e abusando do exercício das prerrogativas que foram conferidas ao candidato pela legislação.

Com informações do MPRN.

Nota do Blog – Desde o primeiro momento dessa bizarrice que o Blog Carlos Santos tem sido incisivo na cobrança de uma atitude saneadora das autoridades responsáveis por todas as fases do processo eleitoral.

Repetimos o que já postamos outras vezes nesses últimos dias: o que Francisco José Júnior faz, visa embaraçar e desvirtuar o processo eleitoral. Concorre para transformar as eleições num picadeiro (com todo respeito aos circenses, por favor) em que os palhaços são os cidadãos mossoroenses.

O que ele protagonizou ontem no debate, com a conivência inocente ou cúmplice da maioria dos verdadeiros candidatos, foi ridículo e cretino. Ora, se ele não disputa o voto, qual seu papel num debate eleitoral e por que da manutenção de propaganda em rádio e TV?

Sua postura é cretina e própria de  um moleque, jamais de homem público.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Eleições 2016 / Política
segunda-feira - 26/09/2016 - 16:59h
Mossoró

Impasse sobre candidato deixa “chapão” bastante apreensivo


A insistência do ex-deputado federal Betinho Rosado (PP) em manter sua candidatura a vereador, mesmo sub judice, tem deixado sob apreensão vários concorrentes na mesma coligação.

A avaliação é que ele poderá prejudicar o chapão proporcional formado por PP, PDT, PMDB e PSB com votos não computados.

Assim, tornará mais difícil a ampliação de votos da coligação para maior número de eleitos.

O chapão apoia a candidatura a prefeito da ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP).

Betinho recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) após duas decisões desfavoráveis (veja AQUI) ao pedido de registro de candidatura.

Teria que ser substituído até o último dia 12, conforme legislação em vigor. Em vez disso, ele insiste na busca do seu registro.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Eleições 2016
segunda-feira - 26/09/2016 - 16:24h
Campanha 2016

Ex-deputado estranha ausência de lideranças de Mossoró


O radialista, ex-vereador e ex-deputado estadual Jota Belmont exprime um depoimento sobre o atual cenário da política de Mossoró, que vai ao encontro de postagens já feitas por este Blog.

Belmont: vê cenário nunca antes vivenciado (Foto: Ricardo Lopes)

Ele revela sua perplexidade por ausência de grandes lideranças políticas do estado da campanha deste ano em Mossoró.

Veja:

Disputa municipal em Mossoró sem a presença das grandes lideranças do Rio Grande do Norte. Nos palanques dos candidatos nenhum representante da família Maia, como senador José Agripino (DEM) e seu Filho Felipe Maia (DEMB).

Da família Alves, nem Henrique Alves (PMDB) nem Garibaldi Alves Filho (PMDB).

Pela primeira vez na história política de Mossoró o Governador do Estado deixou de participar de uma campanha política na segunda maior cidade do estado.

Pois é amigos,  isto é muito estranho. Qual o compromisso dessas grandes lideranças com Mossoró?

Não foram sequer convidados para virem até aqui.

O povo quer saber o que realmente aconteceu.

Nota do Blog Carlos Santos - Já publicamos duas postagens tratando do assunto, meu caro Belmont.

Sob a ótica dos candidatos locais, ligados a essas principais lideranças, a presença deles não acrescenta praticamente nada e até pode tirar intenções de voto.

Sob outro ângulo, também revela como a peleja política devolveu as lideranças locais a um quadrado menor, que não passa da ponte do rio Angicos.

Mossoró está com uma das mais baixas representatividades políticas de todos os tempos, sem influir numa eleição municipal em Areia Branca, Grossos, Governador Dix-sept Rosado, Baraúna e outros municípios próprios.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Eleições 2016 / Política
segunda-feira - 26/09/2016 - 16:15h
Política de resultados

PT e PMDB se juntam, apesar do ‘golpe’, em 570 municípios


Do Diário do Poder (Cláudio Humberto)

Apesar do chororô de “golpe”, o PT de Lula e Dilma continua a amar o partido de Eduardo Cunha, Renan Calheiros e do presidente Michel Temer: PT e PMDB estão coligados em 8.488 candidaturas em 570 municípios, nas eleições deste ano.

Os petistas, que continuam xingando partidários de Temer, disputam com eles em todos as regiões do País que realizam eleições, apesar de toda a lorota de “traição”.

Em 1.090 candidaturas, PT e PMDB são os únicos partidos das chapas que disputam a eleição municipal do próximo domingo (2).

O PT de Dilma e Lula se aliou exclusivamente ao PSDB de Aécio Neves e ao PMDB do Michel Temer em 27 candidaturas este ano.

A única candidatura a prefeito apoiada pela a inédita aliança PT-PMDB-PSDB é de Elimar Senen (PMDB) em… Petrolândia (SC).

“Estão coligados conosco em quase 600 municípios. Isso desmascara totalmente a balela do ‘golpe’”, diz Darcísio Perondi (PMDB-RS).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Eleições 2016
segunda-feira - 26/09/2016 - 14:24h
Cenário Político

Programa jornalístico fará resenha antes de debate


Do Blog Carol Ribeiro

O programa “Cenário Político” dessa terça-feira (27) na TV Cabo Mossoró (TCM) terá formato diferente do que o de costume. A ocasião é especial.

O programa vai anteceder o Debate TCM, que começa às 20h40.

Excepcionalmente, o Cenário começará às 19h10, e durará até às 20h30, quando começa o horário eleitoral gratuito.

Durante uma hora e 20 minutos, a editora deste Blog e os jornalistas Marcello Benévolo e Bruno Barreto vão resenhar sobre a campanha eleitoral e conversar sobre debates eleitorais.

O programa terá, também, flashes ao vivo com o jornalista Vonúvio Praxedes, em frente da TV Cabo Mossoró.

Ele deverá mostrar, em tempo real, a chegada dos candidatos, suas expectativas e as movimentações das militâncias. O Cenário Político especial Debate TCM acontece nesta terça-feira, a partir das 19h10, no Canal 10 da TCM.

Pode ser acompanhado também pelo Portal TCM ou aplicativo TCM Play no celular.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Eleições 2016 / Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.